Ele, Meu Eterno Chapeleiro

Ele, de uma forma nada singela mostrou-me o país das maravilhas. Um guia, diante daquele mundo desconhecido. Amigo, companheiro e um tanto maluco. Olhar enigmático e profundo, sorriso avassalador. Em seu chapéu, memórias. Em seu coração, coragem. Já sofreu, mas também já venceu. Ainda trava suas batalhas, e por vezes agora faço parte delas. Das minhas aventuras ele também compartilha. E juntos temos pensado em aventuras novas, nossas. O mundo das maravilhas não seria completo sem ele. Não seria tão maluco, nem tão pouco tão apaixonante. Porque com ele é sempre hora do chá. Continuar lendo “Ele, Meu Eterno Chapeleiro”

Anúncios