Amor ou Insegurança?

 

Quantas vezes quando estamos num relacionamento tomamos decisões e depois colocamos a culpa de nosso comportamento no Amor? Mas será que é sempre esse sentimento que está envolvido em nossas atitudes? Às vezes dizemos que estamos comunicando Amor quando na verdade estamos deixando o Medo e a Insegurança falar por nós. E pensamos: “se é por amor, então vale a pena continuar nesse caminho”. Colocar a razão de nossas atitudes somente no amor pode nos deixar confusas e nos impede de tomar decisões de mudança. Vamos ((RE))Pensar?

gatinholindo

Quando acreditamos que nosso parceiro tenha que cuidar excessivamente de nós ou da relação, quando entregamos nossa vida ao parceiro exigindo que ele cuide muito mais dela do que da vida dele, precisamos ficar atentas. Muitas vezes fazemos isso com base em nossa insegurança, mas acreditando que o sentimento é Amor. Temos pensamentos como: “se ele me amasse de verdade daria mais importância”, “eu faço isso porque eu o amo de mais”, “não é controle, é amor”.

Mas na verdade, os sentimentos que preenchem nosso coração nesses momentos são o medo a insegurança. Cada mulher tem sua história, e por isso também sente de forma peculiar. Mas muitas vezes as inseguranças que nos rodeiam em nossos relacionamentos estão ligadas ao medo de ficar sozinha, da crença de não ser uma mulher com valores, medo de ser abandonada, rejeitada ou de não ser amada.

controle

Esses sentimentos nos envolvem num ciclo de pensamentos e atitudes que nos levam à depreciação de nós mesmas. E ao passo que perdemos nossa segurança, exigimos que nosso parceiro a reforce à todo momento. Quando entramos nesse caminho, nossa relação se torna sufocante e por vezes dolorosa. Muitas vezes o parceiro realmente se vai ou perde o interesse em investir na relação, e acabamos que vivenciando a solidão antes temida.

O caminho para que consigamos vivenciar um relacionamento com base no amor e não na insegurança? Que nos amemos primeiro! A auto estima é fator primordial para que consigamos compreender nossas relações de uma forma saudável. O amor próprio nos torna livre para vivermos com intensidade todo e qualquer tipo de relação. Principalmente a mais intensa e verdadeira: a relação com nossa essência.

amor-proprio-m

Se você quer conhecer caminhos para aumentar a auto estima, se inscreva em minha LISTA DE TRANSMISSÃO no WhatsApp. Envie uma mensagem para (11)9.9162-7231 e receba agora uma série de exercícios que te ajudarão a fazer as pazes com você mesma!

🙂

Léia Faustino

Psicóloga