CHEGA DE SILÊNCIO – Assédio Não é Romance, é Abuso

Vivemos hoje numa cultura onde mulheres sofrem diversos tipos de violência, pelo simples fato de ter nascido mulheres! Mas ainda hoje muitas pessoas acreditam que o Abuso Sexual se configura somente quando estamos falando em casos de Estupro! Amiga, Amigo, se você pensa assim tenho uma notícia para você: Para, que está errado! Muitas são as violências que as mulheres sofrem no dia-a-dia, ou melhor Todo Dia! E muitas vezes nós mulheres nos calamos, afinal você ser assediada na rua não é assunto plausível num encontro com as amigas ou numa reunião familiar. O Assédio está tão entranhado em nossa sociedade que virou algo corriqueiro. Isso faz parte da rotina de todas as mulheres. Aconteceu comigo, com minhas amigas, com a minha mãe, minha avó, e infelizmente acontecerá com minha filha. E não: não estou falando que todas elas foram estupradas, ok? Porque o Assédio pode acontecer de várias formas. Então vamos à alguns exemplos:

Pode acontecer quando você tem 12 anos e participa de um programa de gastronomia e seu nome é vinculado nas redes sociais como símbolo de desejo sexual. Acontece também quando você tem 6 anos e seu tio assiste à vídeos pornográficos na sua presença e acaricia seu corpo. Também pode acontecer quando você tem 10 e ao brincar de saia com suas amigas em frente à sua casa um sujeito para o carro e se masturba ao olhar a brincadeira. Acontece quando você tem 14 anos e o pai da sua amiga acha interessante te cumprimentar com um beijo que do rosto sem querer desce para o pescoço. Também acontece quando você tem 15 anos e um rapaz para o carro ao vê-la atravessar a rua e te chama de gostosa depois de dizer o que poderia fazer com você no quarto dele. Com 16 anos também pode acontecer quando o professor passa a mão em suas pernas, e ao contar para alguém você escuta que é por isso que não se deve ir à escola com um shorts tão curto. Aos 18 anos continua acontecendo, quando ao ir trabalhar um sujeito te aperta no trem contra a porta enquanto suas mãos deslizam por suas nádegas. Aos 22 talvez aconteça também quando você posta uma foto nas redes sociais e um ‘amigo” comenta que te pegaria facilmente. Aos 30 ainda continua acontecendo quando seu chefe acredita que a promoção será consequência de um relacionamento sexual. Pode acontecer aos 40 também quando você escuta comentários de um vizinho sobre como sua filha está ficando gostosa como a mãe. Na terceira idade também, quando o homem com quem saiu na noite passada faz questão de dizer aos amigos como foi bacana sair com a tiazinha gostosa. E pasmem: pode ocorrer até em seu último suspiro com um comentário do tipo: “que pena, ainda dava para o gasto”.

E sim: acontece também quando você é Psicóloga e possui uma página para discutir questões da Psicologia e precisa com frequência se deparar e lidar com comentários de assédio!

assedio1assedio2assedio3assedio4

Um dos motivos para que isso continue acontecendo é que o moço que passou a mão pelo seu corpo, que te chamou de gostosa, que violentou sua filha ou que usa as redes sociais para te assediar como passa-tempo, esse moço tem a crença de que você continuaria calada, porque ele acredita que é um privilégio você ser uma mulher desejada, e ele acredita que você deveria agradecer por isso: “Obrigada por me achar gostosa, obrigada por dar significado às minhas pernas no shortinho curto, afinal minhas pernas não servem para me locomover e minhas roupas não são escolhas minhas, elas servem para servir o seu desejo!
Então: CHEGA DE SILÊNCIO MOÇA! Porque nenhum silêncio vai te proteger! E Juntas, Somos Mais Fortes!

!!!!..‪#‎Compartilhe‬ o Texto Com Suas Amigas..!!!!

🙂 

Léia Faustino

Psicóloga

CENTRAL DE ATENDIMENTO À MULHER – Ligue 180
.
DISQUE 100 – Outro canal para realizar denúncias de casos de abuso ou violência sexual é o Disque 100, serviço coordenado pelo Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.
.
SAFERNET (http://new.safernet.org.br/) – Mantido pela equipe da Safernet, o site recolhe denúncias anônimas relacionadas a crimes de pornografia infantil, racismo, apologia e incitação a crimes contra a vida, entre outros.
.
DIGI DENÚNCIAS (http://cidadao.mpf.mp.br/) – Canal para denúncias de crimes eletrônicos do Ministério Público.

POLÍCIA PAULISTA – (webpol@policia-civ.sp.gov.br) – Polícia paulista especializada em crimes digitais.
.
POLÍCIA FEDERAL – (rime.internet@dpf.gov.br) – Mensagens que se refiram aos crimes de internet devem ser reportadas ao novo canal centralizador dessas denúncias na Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Anúncios

2 comentários em “CHEGA DE SILÊNCIO – Assédio Não é Romance, é Abuso

  1. Oi Dra Léia, Sofro diariamente esses abusos, sempre fico revoltada com toda essa situação. Até quando estou começando a me envolver com alguem, percebo que o que ele só queria era tirar proveito e hoje estou só, por não acreditar em sentimentos verdadeiros por mim. Aconteceu ontem, esta acontecendo agora, pois o que recebo de mensagem dizendo que sou gostosa ou que devo fazer loucuras, não são poucas. Isso me incomoda, me sinto usada, como quem foi realmente violentada. Ja ando de “saco” cheio! Obrigada pelo texto! Abraços!

    Curtir

    1. Vk, obrigada pela visita! E sim: é muito constrangedor e estressante passar por essas situações. Temos o direito de ser donas do nosso caminho e de seguir a vida sem medo! Por isso: não podemos nos calar! Juntas somos mais fortes! Obrigada e um beijo..

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s